Coursera Cria área De Videoaulas Só Pra Criação Como Se Preparar Pra Prova De Inglês Dos Vestibulares?

No momento em que chegou ao fim do ensino médio no ano passado, André Costa Nascimento sabia bem onde queria fazer escola: nos Estados unidos. O aluno de Valinhos, no interior paulista, neste momento tinha experimentado o local universitário americano em 2 programas de verão. Com uma história completamente diferenciado, a advogada Renata Modelo tinha quase dez anos de criada e pós-graduação em Direito Civil Constitucional no momento em que decidiu fechar teu escritório no Rio pra fazer mestrado em Londres. A Redação E O Bloqueio Pela Escrita , os 2 ilustram bem a pesquisa crescente de brasileiros por programas em universidades estrangeiras.

Advertisement

Daniela Ronchetti, diretora operacional da FPP Edu-Media, organização organizadora das feiras de intercâmbio EduExpo e EduCanada, com edição confirmada no segundo semestre em 8 cidades brasileiras. Agências consultadas pelo Estado confirmam a tendência de avanço do intercâmbio universitário. Maura Leão, presidente da Agregação Brasileira de Agências de Intercâmbio (Belta), que responde por 75% do mercado de educação internacional no Brasil e que anualmente encomenda a busca.

Preços competitivos. Para a diretora da Experimento Intercâmbio Cultural, Patrícia Zocchio, os valores cobrados no exterior contribuem pro crescimento. 4,9 1 mil por mês). A vice-presidente do Student Travel Bureau (STB), Christina Bicalho, destaca que a segurança nos destinos estrangeiros assim como influencia na tendência. Curso completo. Em procura desta geração de excelência, André, o estudante de Valinhos do começo da reportagem, escolheu sem titubear a graduação nos Estados unidos. Aos 18 anos, começa em agosto a cursar Ciências da Computação na fundação da Pensilvânia. Crimson Education, consultoria especializada na preparação de alunos para a candidatura em universidades dos EUA e do Reino Unido.

Advertisement

Presente em 15 países, a Crimson chegou ao Brasil em agosto do ano passado, no entanto a gerente da operação no Nação, Laila Parada Worby, conhece bem o mercado nacional. A presidente da Belta assim como acredita que a situação econômica do Estado levou os brasileiros a investirem no curso no exterior. Um intercâmbio universitário traz de volta ao Brasil uma pessoa não apenas com um currículo melhor, todavia também mais preparada emocionalmente, defende Maura.

Todos estes motivos — preço comparado a organizações renomadas do Brasil, diferenciação no currículo, incerteza econômica e experiência de existência — fizeram a carioca Renata largar tudo para fazer mestrado em Direito em Londres, pela University of Westminster. 32 anos, que resolveu tudo sozinha, do visto à escola. Pela turma de 15 pessoas, havia 10 nacionalidades. Imediatamente pela fase da dissertação, ela lembra dos desafios que encarou desde setembro de 2017. “Meu mestrado é full time, são 2 anos em um. A carga de estudo é pesada. São algumas atividades e avaliações”, explica. Áreas e países. Contudo os campos mais procurados pelos brasileiros para intercâmbio universitário ainda são Business, Marketing e Tecnologia, segundo Daniela.

Advertisement

A diretora operacional da FPP Edu-Media conta que vem crescendo a participação de corporações estrangeiras nas feiras EduExpo e EduCanada. Para tomar mais alunos nesse lugar, chegou ao Brasil em junho a Spiible, startup australiana que trata de cursos no estado da Oceania. No site, o aluno poderá comparar opções e ler opiniões de outros estudantes.

  • Dica de estudo - UTILIZE A ESTRATÉGIA DO TRIPÉ
  • Cuide do seu corpo
  • A TI e o duelo no duelo aos gargalos na infral
  • 7- Pouca base no estudo
  • 306 Um cafezinho por você
  • Certifique-se de que você assimilou a matéria
  • Gelo quente

A startup socorro ainda com a burocracia (pedido de visto e matrícula) e com a logística (voo e hospedagem). USP Dará Aulas Gratuitas De Idiomas; Encontre Como Se Inscrever ao estudante é oferecido assim como pela Campus France, agência governamental francesa com escritórios em 5 cidades brasileiras, que promove o ensino superior no estado europeu. A anuidade em universidades públicas da França varia entre duzentos e 400 euros, e nas privadas custa de sete 1 mil a 20 mil euros anuais, nas áreas de Engenharia, Artes e Gastronomia, como por exemplo. Humberto Costa, diretor de Universidades da CI Intercâmbio e Viagem.

Advertisement

Graduação ou pós no Porto sai a cerca de três 1 mil euros por ano. De olho no interesse de brasileiros pelas universidades portuguesas, a Travelmate, franquia de intercâmbio, acaba de abrir um escritório no Porto. Maurício Buerger, responsável pela expansão da rede. Em cidades do exterior, a Travelmate mantém escritórios ainda pela canadense Winnipeg e na australiana Brisbane, porém vende cursos para outros países assim como, como os EUA.

Share This Story

Get our newsletter